Exames

Sim.
A Holanda é um dos poucos países no mundo onde é permitido fazer os exames para a CNH em qualquer idioma.
Para fazer o exame em outro idioma, o candidato deve fazer a reserva de um tradutor juramentado do Tolkennet.
Há duas coisas que aumentam o preço do exame teórico no idioma Português:

  • O exame é individual e dura 45 minutos
  • O uso de um tradutor juramentado durante o exame
  • É permitido para o candidato marcar seu próprio exame individual pelo site da CBR. Depois de marcar o exame, você deve marcar também o tradutor pelo site do Tolkennet.
    Com um exame individual e um tradutor juramentado, você está numa salinha com um computador só. Você está atrás do computador e no outro lado, á sua frente, o tradutor. O tradutor não tem visão sobre a tela do computador e só escuta o som (narração das perguntas e respostas).
    Ao seu lado terá um funcionário da CBR que explicará o processo do exame.
    Para a tradução durante o exame prático pode ser usado um tradutor juramentado ou um instrutor de autoescola.
    Conosco você terá tradução durante o exame prático sem custos adicionais.
    Aqui na Holanda o aluno faz o seu exame prático no carro da autoescola que ele também usou durante as aulas.
    O candidato somente pode fazer o exame prático depois passar no exame teórico.
    Antes de sair com o carro, sempre terá um teste de visão. Você deve ler uma placa de um carro de uma distância de aproximadamente 30 metros.
    Quase sempre terá algumas perguntas sobre o carro (pneus, painel etc.).
    No percurso, que dura mais ou menos 30 minutos, você vai dirigir na cidade, bairros e auto-estradas. Todo esse tempo você tem que mostrar para o examinador que você domina o veículo, sabe aplicar as regras teóricas e consegue reagir adeguadamente no trânsito. Tudo segundo as regras da CBR.

    Dentro desse 30 minutos você também tem que executar 2 manobras especiais e dirigir com GPS.
    Após de reprovar para um exame você deve marcar e pagar um novo exame e tradutor.
    Aprovar para os exames você vai, sem dúvida. A questão é depois de quantas tentativas.
    Subestimar o exame, ter estudado muito pouco ou o nervosismo são os principais motivos para isso. Para ter sucesso na primeira vez, você deve antes de tudo investir tempo em aprender tudo corretamente. Isso vale para a teoria e a prática!