10 erros mais comuns durante o exame de direção

Aqui você encontrará os 10 erros mais comuns cometidos durante o exame de direção. São erros relacionados principalmente a pensamentos errados ou causados ​​pela tensão durante a descida. Erros que são realmente desnecessários são coisas que muitas vezes se aprendem bem, mas são realizadas incorretamente devido à pressão do teste de direção.

1. Comportamento de observar

A maioria dos candidatos durante o exame falham nos hábitos de observação. Uma distinção é feita aqui entre olhar amplamente e antecipadamente, usar seus espelhos corretamente e ver o comportamento em situações específicas. O comportamento visual é muito importante no teste de direção.

Comportamento incorreto durante o exame:

  1. Ver o comportamento muito casual;  Olhando nos espelhos muito rapidamente para que você realmente não perceba nada.
  2. Observação lenta fazendo com que você reaja tarde demais às situações.

Como fazer isso:

  1. Continue mudando sua visão continuamente para que você tenha uma visão geral total.
  2. Dê uma boa olhada em seus espelhos e repita o visual.
  3. Redobrar a atenção ao iniciar certas manobras.
  4. Não exagere, se você olhar calmamente no seu espelho e observar tudo bem, o examinador verá isso.
  5. Observa a cada 10 segundos pelos espelhos.

2. Posição na estrada

Existem vários mal-entendidos sobre a posição na estrada. A localização na estrada depende de vários fatores. As regras que você aprende em seu curso de teoria são um guia, mas nem sempre sagradas. Todas as circunstâncias juntas determinam sua escolha.

Comportamento incorreto durante o exame:

  1. Dirigir muito perto de carros estacionados, obstáculos ou ciclistas.
  2. Posicionamento antecipada errado ou insuficiente.
  3. Curvas muito largas ou apertadas podem ser causadas por direção descuidada.
  4. Continue dirigindo muito à esquerda em uma estrada estreita com tráfego em sentido contrário.

Como fazer corretamente:

  1. Mantenha espaço suficiente ao passar por um objeto estacionado ou em movimento. Mesmo que isso signifique entrar na contramão. Certifique-se de não atrapalhar o tráfego contrário.
  2. Não tente ficar dentro das linhas a todo custo se isso puder colocar você ou outras pessoas em risco.
  3. Posiciona-se bem onde for possível.
  4. Tente fazer curvas bem no seu próprio lado da estrada, faça a curva um pouco mais devagar se necessário.
  5. Ao dirigir em uma estrada estreita, leve em consideração sua posição e velocidade. Ao passar um veículo em sentido contrário, diminua a velocidade quando a estrada for estreita.

3. Velocidade

A regra principal é: dirija na velocidade máxima permitida, desde que seja seguro. Isso significa que você pode viajar sem problemas com o tráfego, mas deixe sua velocidade diminuir assim que a situação exigir. Muitos candidatos a exames têm dificuldade com isso.

O que dá errado:

  1. Dirigir mais devagar do que o necessário. Isso só faz você parecer inseguro e interrompe o trânsito. Dirigir em velocidade alta também não é aceito. A velocidade deve ser responsável e seguro.
  2. Apressando-se na curva.
  3. Aproximar-se ou cruzar um cruzamento muito rápido.
  4. Pessoas que acham que o mito está correto:  circular acima do limite de velocidade com 5 km/ h.

Como fazer isso:

  1. Conduzir suavemente com o trânsito é importante, mas ajuste sua velocidade às circunstâncias antecipadamente.
  2. A segurança sempre vem em primeiro lugar. Por exemplo, se você tiver que fazer uma manobra de ultrapassagem, as vezes pode ser mais seguro dirigir um pouco mais rápido do que o permitido.
  3. Dê uma boa olhada antes de entrar numa curva e ajuste sua velocidade e marcha antecipadamente. É uma questão de prática.

4. Ultrapassagem

Alguns candidatos a exames ainda não enxergam completamente o ponto de ultrapassagem. Ainda assim, isso é necessário se você quiser seguir a regra principal de velocidade. Flui suavemente com o trânsito e conduz à velocidade máxima possível, respeitando as regras e  segurança.

O que dá errado:

  1. Não mantenha distância suficiente ao ultrapassar.
  2. Não tendo velocidade suficiente para ultrapassar.
  3. Para estar do lado seguro, continue dirigindo à direita enquanto o tráfego à esquerda é muito mais tranquilo. Muitas pessoas pensam: “Imagine que agora vou dirigir na faixa da esquerda e o examinador quer virar à direita).
  4. Estar atrasado para recuperar o atraso.

Como fazer isso:

  1. Mantenha distância suficiente ao ultrapassar.
  2. Uma manobra de ultrapassagem deve ser realizada rapidamente. Então você precisa de velocidade para isso. Mesmo que isso signifique dirigir um pouco mais rápido do que o limite.
  3. Ouse fazer escolhas para beneficiar sua fluência. Por exemplo, se você estiver dirigindo atrás de um caminhão e tiver espaço para passar, faça isso também. O examinador leva em consideração a tarefa que ele dá. – Olhe bem à frente e comece a observar antecipadamente.

5. Manobras especiais

A cada viagem, você terá que lidar com isso: manobras especiais. Você sempre terá que estacionar em algum lugar antes de fazer algo. Não torne as manobras especiais mais difíceis do que o necessário e deixe que seus sentimentos desempenhem um papel.

O que dá errado:

  1. Muitas pessoas prestam muita atenção ao próprio carro e não ao resto do tráfego.
  2. O “truque” não funciona.
  3. Querer fazer tudo rápido demais.

Como fazer isso:

  1. Sempre fique de olho no tráfego em seu redor.
  2. Não olhe apenas com antecedência. Seu comportamento de visualização é muito importante aqui.
  3. Muitos manobras são ensinados por meio de um truque. Não aprenda apenas a estacionar ou virar usando esses truques. Fique de olho em tudo. Isso torna mais fácil para você se corrigir. Isso permite que o exercício seja bem-sucedido.
  4. Você não precisa fazer tudo rapidamente, 3 à 4 km/h (velocidade de um pedestre) é suficiente para a maioria dos manobras.

6. A linguagem da estrada

Além de placas, semáforos, é importante que você também fique de olho nas setas, linhas e outros materiais de sinalização na estrada. Eles falam muito sobre a situação naquele momento ou que está por vir.

O que dá errado:

  1. Poscicionar-se errada em locias com várias faixas.
  2. Mudança de faixa sem perceber em uma curva.
  3. Entrar numa curva com a velocidade/marcha errada.

Como fazer isso:

  1. Olha para as faixas ao seu lado. Prever para onde o carro ao seu lado está indo ou pode ir. Isso geralmente determina a posição para você.
  2. Ao virar, preste atenção em quantas faixas seguem em sua direção. Determine a escolha de sua pista antecipadamente.
  3. Com várias faixas na sua direção, você deve sempre tentar dirigir na mesma faixa antes ou depois da curva. A regra é que você se posicioa na faixa mais da direita e siga a curva dessa faixa.
  4. Não preste atenção apenas aos placas com a velocidade segura, mas também a outras coisas, como; placas de advertência, marcas de derrapagem e olhe um pouco mais além da curva. Afinal, é para onde você está indo.

7. Entrar e sair na auto-estrada

Para muitos, essa é uma das coisas complicadas de dirigir. Mesmo as pessoas que têm carteira de motorista há anos às vezes acham isso difícil.

O que dá errado:

  1. Circular com a velocidade errada
  2. Observar insuficiente
  3. A velocidade errada numa curva depois de sair da auto-estrada

Como fazer isso:

  1. Você não pode indicar com um número quão rápido você tem que dirigir para entrar a pista da auto-estrada. Você tem que adaptar sua velocidade às circunstâncias. Observe a situação do trânsito na pista antecipadamente; velocidade normal, fila, muito ou pouco ceículos etc.
  2. A entrada segura só funciona se você observar a situação cuidadosamente e antecipadamente. Isso já começa ao se aproximar de uma faixa de entrada. Portanto, certifique-se de ter uma boa visão sobre a pista da auto-estrada.
  3. Sempre observe em seus espelhos e verifique se você tem espaço suficiente para entrar.
  4. Observe antecipadamente e com atenção a curva depois da saida e ajuste à sua velocidade.

8. Mudança de faixa

O que muitos candidatos ao exame acham difícil é mudar de faixa quando há muito movimento.

O que dá errado:

  1. Visualização insuficiente. O exemplo clássico é quando dois carros querem ir para a mesma faixa ao mesmo tempo. Você só pode evitar isso mantendo um olhar atento e antecipadamente.
  2. Falta de usar o espaço disponível
  3. Velocidade incorreta.
  4. Comunicação inadequada com outros usuários da estrada.

Como fazer isso:

  1. Decida o melhor momento para mudar de faixa. Verifique também o que os outros em seu redor fazem durante a sua manobra.
  2. Procura uma brecha com suficiente espaço.
  3. Não demora muito com sua manobra. Se você esperar muito, é tarde demais.
  4. Se você ajustar sua velocidade ao tráfego próximo a você, poderá inserir mais facilmente.
  5. Você pode usar a seta para mostrar qual é a sua intenção. Preste atenção ao que o trânsito está fazendo ao seu redor, você não deve ligar a seta e seguir em frente.

9. Determinação

É importante que você seja decisivo durante o exame. Muitos candidatos a exames têm dificuldade em ser decisivos. Muitas vezes, isso se deve à tensão. Você só se torna decisivo se tiver controle suficiente do carro. Você tem que confiar em si mesmo, o que é o mais importante. Você tem que ter certeza de que está no comando do carro em todas as circunstâncias. Tomar tempo suficiente para observar e entender a situação para tomar uma decisão adequada é muito importante. Quando você tiver aulas suficientes, isso não será problema. Você deve ser capaz de dirigir sem medo. Só assim, você pode tomar as decisões adequadas.

 

10. Percepção tráfego

Mesmo assim, a percepção do tráfego é um dos requisitos mais importantes para participar no trânsito de maneira segura. Novamente, você não constrói uma percepção do tráfego com algumas dicas da Internet. A percepção do tráfego é entender qual é a sua situação atual, como se desenvolve, o que os outros querem fazer (caminhão que precisa descarregar, por exemplo) e entender quais são as consequências do comportamento de outra pessoa para você. A percepção do tráfego significa, na verdade, previsão. Prever a situação que está por vir e responder a ela antecipadamente.  Você só aprende isso na prática. A percepção do tráfego é um dos requisitos mais importantes para participar no trânsito com segurança. Você não constrói uma visão do tráfego com algumas dicas da Internet.

A percepção tráfego é entender as consequências do seu comportamento para os outros, e as consquências do comportamento dos outros para você.  Também é prever o que os outros vão fazer, para você reagir antecipadamente e manter a segurança no local.